Notícias e Clppings
Informativo Semanal
Informativo Diário
AviSite
SuiSite
OvoSite
Legislação
Busca Avançada
Cadastre-se
Contato
Anuncie
Patrocinadores
Quinta-feira, 21/10/2021
Siga-nos:
Notícias e Clppings Informativo Semanal Informativo Diário
NOTÍCIAS
Lentidão persiste na venda de boi após feriado com poucos negócios


"Até a queda da suspensão provisória das exportações para a China o mercado seguirá com inexpressiva fluidez", afirma analista da Safras & Mercado

Campinas, SP, 09/09/2021 | -


O mercado físico de boi gordo registrou poucos negócios após o feriado. Segundo o analista Fernando Henrique Iglesias, da Safras & Mercado, os grandes frigoríficos brasileiros seguem ausentes na compra de gado, ainda no aguardo da retomada das exportações destinadas à China.

“Até a queda da suspensão provisória o mercado seguirá com inexpressiva fluidez dos negócios”, afirma Iglesias. “É importante mencionar que todos os laudos e informações disponíveis já estão em posse das autoridades chinesas. Até pela ausência de outros fornecedores de carne bovina, considerando os problemas de Austrália e Argentina, é bastante possível que não leve muito tempo para que o processo de reabertura seja anunciado. Outro aspecto que trava a ação dos frigoríficos é o bloqueio realizado em algumas rodovias país afora, aumentando a preocupação em torno da logística”, acrescenta.

Com isso, em São Paulo, a referência para a arroba do boi ficou em R$ 305 a R$ 310 na modalidade a prazo. Em Goiânia (GO), a arroba teve preço de R$ 295 a R$ 298. Em Dourados (MS), a arroba foi indicada em R$ 309 a R$ 310. Em Cuiabá, a arroba ficou indicada em R$ 302,00. Em Uberaba (MG), preços a R$ 307 a arroba.

Atacado
A carne bovina segue com preços acomodados no mercado atacadista. Segundo Iglesias, o ambiente de negócios sugere por maior espaço para reajustes no curto prazo. “As preocupações em torno da logística com os bloqueios em rodovias pode resultar em maior propensão a reajustes. Caminhões com produtos perecíveis e veículos de passeio seguem autorizados a transitar normalmente. Importante mencionar que a carne de frango ainda dispõe da preferência do consumidor médio”, disse Iglesias.

O quarto dianteiro ainda foi precificado a R$ 16,30. A ponta de agulha também permanece precificada a R$ 16,30, por quilo. Quarto traseiro ainda é precificado a R$ 21,50 por quilo.


Fonte: Canal Rural
Autor: Assessoria de comunicação




COMENTÁRIOS



NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS



















NOTÍCIAS MAIS LIDAS
5 dias
30 dias
NOSSOS PARCEIROS

Clique acima para acessar o leitor digital ou abaixo para Download do PDF