Benchmarking Confinamento Probeef 2021 confirma otimismo de 60% do produtor e aumento do peso médio dos animais

Pesquisa da Cargill amplia rebanho analisado e alcança 1,1 milhão de cabeças em sua sexta edição

Com o objetivo de atualizar os produtores com informações relevantes e promover uma pecuária assertiva e respaldada por tecnologia, a Cargill lançou ontem, 16 de maio em Ribeirão Preto (SP), a 6ª edição do Benchmarking Confinamento Probeef. A iniciativa, realizada com produtores em todo o Brasil, reforça o compromisso da companhia de entregar a seus clientes os melhores resultados zootécnicos e econômicos do mercado. Um dos principais resultados é o otimismo dos confinadores para 2022: a pesquisa aponta que 60% dos entrevistados têm expectativas melhores para este ano, além de terem aumentado a média das arrobas produzidas.

Os dados da edição 2021 trazem, mais uma vez, um raio x único do setor, com indicadores que permitem ao produtor se comparar com a média dos 120 confinamentos analisados. Entre os dados considerados, se destacam o peso de entrada do animal no confinamento, ganho de peso diário, peso de carcaça e eficiência biológica. Com crescimento de mais de 80% em relação ao ano anterior, pela primeira vez o estudo avaliou mais de 1 milhão e 100 mil cabeças, contemplando as raças Nelore, Anelorado e Angus, além de cruzamentos leiteiro e industrial.

A pesquisa Benchmarking Confinamento já conquistou credibilidade em um dos setores de maior expressão nacional. Ao longo dos últimos seis anos, foram analisadas mais de 2,87 milhões de cabeças de gado, de 25 mil lotes de 180 clientes, com mais de 3,3 milhões de toneladas de dieta. Outros números confirmam a grandeza do segmento analisado: foram 21 milhões de arrobas produzidas, o que equivale a 199 milhões de quilos de carcaça.

No indicador peso de entrada e dias de cocho, o rebanho apresentou a média de 12,67 arrobas como peso na entrada do confinamento, com uma média de 117 dias de cocho – o que representa um aumento de 5,41% em relação ao primeiro levantamento de 2017. Em relação ao peso de carcaça e arrobas produzidas, a média apresentada foi de 20,77 arrobas e 8,10 arrobas produzidas – o melhor resultado já visto na série do Benchmarking, com um crescimento de 8,87% no peso de carcaça e 3,85% mais arrobas produzidas quando comparada com a pesquisa de 2017.

Já no indicador ganho de peso diário e ganho diário de carcaça, a média dos rebanhos analisados apresentou 1,526 quilos de ganho de peso e 1,041 Kg de ganho de carcaça, índices com aumento de 2,42% 2,45% respectivamente, desde 2017.

Em relação à eficiência biológica e conversão alimentar, os dados de 2021 indicaram uma queda de -1,67% de eficiência biológica em relação a 2017, tendo alcançado 6,93 Kg de matéria seca para cada Kg de ganho de peso vivo.

“A pecuária vem passando por uma série de transformações. Algumas são surpreendentes. Esses números apontam que a inovação e a sustentabilidade têm tido a tecnologia e a gestão como fortes aliados e isso favorece tanto a produtividade quanto a qualidade no confinamento”, destaca Felipe Bortolotto, gerente de Tecnologia para Gado de Corte da Cargill.

Por meio da marca Nutron, a Cargill tem atuado ao lado do produtor, especialmente porque a nutrição animal é um dos pilares no desenvolvimento na pecuária, já que o aumento da produtividade é uma das alternativas para o incremento da produção sem necessariamente investir em novas áreas para pastagem.

Por isso uma dieta bem balanceada é fundamental para atingir bons resultados e alcançar a melhor conversão alimentar, já que, quanto maior a energia da dieta, melhor será a conversão, desde que rotinas e manejos diários sejam consistentes e monitorados. Isso significa que o gado precisará comer menos para obter o mesmo ganho de peso e alcançar uma carcaça com melhor acabamento, o que se reflete em rentabilidade.

Perspectivas para 2022

Além dos 60% mais otimistas, o Benchmarking Confinamento Probeef apontou que 16% dos entrevistados têm expectativas iguais às do ano passado e apenas 15% acreditam que este ano será pior que 2021. Os produtores da região Sul são os mais otimistas, com 100% de expectativas positivas – visão também compartilhada pelos produtores da Bolívia e do Paraguai. Já o Centro-Oeste brasileiro foi a região com maior retorno de expectativas piores, com 21%, seguida da região Norte, com 18%.

Os pecuaristas também destacaram suas avaliações quanto às fortalezas e sensibilidades do setor. A maioria destacou o desempenho zootécnico como fator positivo e os custos de reposição como desafio. Já em relação às características do mercado, a maior parte dos entrevistados entende a gestão de risco como grande oportunidade e as instabilidades econômicas como ameaça aos objetivos do negócio.

Na avaliação de Tiago Zarpelon, Líder Comercial de Bovinos de Corte da Cargill, essa nova edição do Benchmarking Confinamento Probeef reflete diretamente uma série de avanços do setor. “Nossa proposta é de oferecer soluções customizadas ao pecuarista no Brasil e em outros países da América do Sul, sempre visando a melhor rentabilidade para eles. A pesquisa é um complemento dessa oferta e nos ajuda a propor serviços, ferramentas e produtos que ajudem o produtor a ir além, tomando decisões baseadas em fatos e dados para agregar ainda mais valor ao seu investimento”, analisa o especialista da Cargill.

Sustentabilidade

Para essa edição foi implementado um questionário autodeclaratório para reforçar a importância desse índice entre os participantes. Foram avaliados três pilares: Social, Ambiental e Econômico. Os resultados destacaram um engajamento maior dos produtores em atividades consolidadas, como a conservação de mata nativa e temas trabalhistas. Outros temas, como balanço de emissões de gases de efeito estufa (GEE) também já começaram a aparecer na pesquisa. Como nos outros tópicos, o produtor recebeu uma nota para se comparar com outros entrevistados e intensificar seu plano de melhoria contínua.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Revista PecSite

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Últimas Notícias

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data
AviSite
PecSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

boi (1)

Ministério da Agricultura suspende vacinação contra a Febre Aftosa em seis estados e no DF a partir de novembro de 2022

A ação faz parte do projeto de tornar todo o país livre de febre aftosa sem vacinação até 2026. Página 20.

rp-1

Sistema de Gestão e Mobilidade à frente da Agroindústria 4.0

A transformação digital através de Sistemas de Gestão tem sido essencial para alavancar todos os negócios relacionados à agroindústria. Página 22.

 

 

rp2

Pesquisa auxilia na identificação de genes relacionados à resistência à babesiose bovina

O rápido diagnóstico sobre quais parasitos atacam os animais auxilia o criador a identificar o tipo de agente logo no início dos sintomas. Página 27.

rp3

Uso de tecnologias na pecuária contribui para reduzir metano e diminuir impacto no clima

Em 2021, durante a 26ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP26, o Brasil assumiu o compromisso de reduzir 30% das emissões de metano até 2030. Página 40.

boi (6)

Estudo demonstra impactos socioeconômicos da recuperação de pastagens pelo Plano ABC

Além da mitigação de emissões, a tecnologia permitiu o aumento da renda do produtor rural e da produtividade nas pecuárias de corte e de leite. Página 36.

rp5

O condomínio de Produtores Rurais: As peculiaridades e os riscos assumidos

O agronegócio é uma potência no PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, sendo o único setor que continuou em crescimento durante a pandemia. Página 44.

rp6

Contrato a Termo: Conab lança modalidade de leilão para abastecer pecuaristas

Contrato a Termo: Conab lança modalidade de leilão para abastecer pecuaristas

O novo sistema pode ser usado tanto para garantir um preço fixo na compra com entrega futura quanto para assegurar a fixação de preços de acordo com termos pré-definidos em edital. Página 48.

rp7

Qualidade da água e sua influência no sucesso da pecuária

Elemento fundamental para a vida dos seres vivos, a água é um componente muito importante para a boa performance e para a saúde do rebanho. Página 30.

Fale agora no WhatsApp