Código Florestal fortaleceu a responsabilidade ambiental do agro

Há dez anos, a aprovação do Código Florestal criou um desafio para o setor produtivo: produzir em um ambiente jurídico mais rigoroso quanto às leis ambientais. O desafio foi aceito. Hoje, quando se fala em boas práticas agrícolas, o sentido inclui, obrigatoriamente, responsabilidade ambiental.

“O Código Florestal tinha o objetivo de equilibrar produção e preservação. E isso foi alcançado pelo produtor rural, que tem uma função social de grande interesse nacional”, observou Aldo Rebelo, relator do então projeto de lei.

Rebelo participou de palestra de encerramento do Famato Embrapa Show, evento realizado pela Famato em parceria com a Embrapa Agrossilvipastoril e Senar-MT.

“Mato Grosso é um estado protagonista da vida econômica brasileira e teve uma presença ativa na discussão do Código Florestal. O produtor rural, em sua maioria, tem consciência de que precisa produzir e preservar”, afirmou.

Definindo-se como nacionalista, o ex-deputado federal relembra que, dez anos atrás, havia uma desconfiança por parte de lideranças do agro, de perfil mais conservador, pelo fato de ser um político de esquerda.

“Mas fui capaz de compreender e separar questões ideológicas e políticas daquele que era o interesse nacional em pauta. Produzir alimentos é de interesse do povo, do País, e isso deve ser respeitado. Foi com esse intuito que relatei o Código Florestal”, recapitulou.

Ciente da diversidade do agro (“são pequenos, médios e grandes produtores, com interesses variados”), Aldo Rebelo afirma que há muito desconhecimento e desinformação sobre o produtor rural no Brasil.

“Há um abismo cultural. O Brasil urbano é o País que legisla, que informa, que pesquisa, e esse distanciamento pode levar ao entendimento de que os produtores são inimigos da natureza, do ambiente. E isso não é verdade. Basta conhecer a realidade que se vê que o produtor aceitou o duplo esforço de preservar e produzir”.

Evento – Idealizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e construído em parceria com a Embrapa Agrossilvipastoril e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), o Famato Embrapa Show apresentou de 22 a 24 de junho mais de 60 inovações desenvolvidas por 14 unidades da Embrapa em diversas regiões do Brasil. São tecnologias com foco em sistemas produtivos de grãos, fibras e pecuária de corte, além de tecnologias de saneamento básico rural.

Foto: Ascom Famato/Embrapa
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Revista PecSite

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Últimas Notícias

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data
PecSite
SuiSite

Revista AviSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

boi (1)

Ministério da Agricultura suspende vacinação contra a Febre Aftosa em seis estados e no DF a partir de novembro de 2022

A ação faz parte do projeto de tornar todo o país livre de febre aftosa sem vacinação até 2026. Página 20.

rp-1

Sistema de Gestão e Mobilidade à frente da Agroindústria 4.0

A transformação digital através de Sistemas de Gestão tem sido essencial para alavancar todos os negócios relacionados à agroindústria. Página 22.

 

 

rp2

Pesquisa auxilia na identificação de genes relacionados à resistência à babesiose bovina

O rápido diagnóstico sobre quais parasitos atacam os animais auxilia o criador a identificar o tipo de agente logo no início dos sintomas. Página 27.

rp3

Uso de tecnologias na pecuária contribui para reduzir metano e diminuir impacto no clima

Em 2021, durante a 26ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP26, o Brasil assumiu o compromisso de reduzir 30% das emissões de metano até 2030. Página 40.

boi (6)

Estudo demonstra impactos socioeconômicos da recuperação de pastagens pelo Plano ABC

Além da mitigação de emissões, a tecnologia permitiu o aumento da renda do produtor rural e da produtividade nas pecuárias de corte e de leite. Página 36.

rp5

O condomínio de Produtores Rurais: As peculiaridades e os riscos assumidos

O agronegócio é uma potência no PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, sendo o único setor que continuou em crescimento durante a pandemia. Página 44.

rp6

Contrato a Termo: Conab lança modalidade de leilão para abastecer pecuaristas

Contrato a Termo: Conab lança modalidade de leilão para abastecer pecuaristas

O novo sistema pode ser usado tanto para garantir um preço fixo na compra com entrega futura quanto para assegurar a fixação de preços de acordo com termos pré-definidos em edital. Página 48.

rp7

Qualidade da água e sua influência no sucesso da pecuária

Elemento fundamental para a vida dos seres vivos, a água é um componente muito importante para a boa performance e para a saúde do rebanho. Página 30.

Fale agora no WhatsApp