São Paulo atinge quase 100% de cobertura vacinal contra febre aftosa

O rebanho de bovídeos de zero a 24 meses está 99,82% vacinado contra febre aftosa no Estado de São Paulo. Ao todo, 99,33% das propriedades rurais paulistas também fizeram o registro de vacinação, de acordo com dados da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

A campanha paulista de vacinação se encerrou em 31 de dezembro e a declaração pôde ser feita até 07 de janeiro, presencialmente ou pelo site da CDA. “O escoamento das vacinas foi um p roblema enfrentado em praticamente todo o Brasil, por isso, atendendo à demanda dos produtores rurais, prorrogamos o fim da campanha em um mês e tivemos grande sucesso. Conseguimos aumentar a cobertura vacinal em relação à primeira campanha de 2021, realizada em maio, que atingiu 99,68% de cobertura”, afirma Adriano Macedo Debiazzi, assistente agropecuário da CDA e responsável pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa no Estado de São Paulo.

Na campanha realizada em maio de 2021, de acordo com dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), São Paulo foi o segundo Estado com maior cobertura vacinal do País, ficando atrás apenas de Mato Grosso do Sul.

Além da excelente cobertura vacinal na segunda campanha do ano, São Paulo conseguiu aumentar o número de vacinações assistidas. Nesses casos, técnicos da CDA acompan ham a vacinação nas propriedades, para verificar se a aplicação e o armazenamento da vacina estão sendo feitos de forma correta.

De acordo com Debiazzi, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e a Defesa Agropecuária têm trabalhado para que São Paulo seja uma zona livre de febre aftosa, sem necessidade de vacinação, o que permitirá a abertura de novos mercados internacionais para a carne e o leite produzidos no Estado.

“Desde 1996 não temos foco de febre aftosa em São Paulo. Não temos a circulação do vírus no Estado. Por isso, estamos fortalecendo nossa vigilância para alcançar essa conquista, a retirada da vacinação obrigatória, em breve”, afirma Debiazzi.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Nunca perca nenhuma notícia importante. Assine a nossa newsletter.

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Revista OvoSite

Últimas Notícias

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data
AviSite
PecSite
SuiSite

Revista OvoSite

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

boi (1)

Ministério da Agricultura suspende vacinação contra a Febre Aftosa em seis estados e no DF a partir de novembro de 2022

A ação faz parte do projeto de tornar todo o país livre de febre aftosa sem vacinação até 2026. Página 20.

rp-1

Sistema de Gestão e Mobilidade à frente da Agroindústria 4.0

A transformação digital através de Sistemas de Gestão tem sido essencial para alavancar todos os negócios relacionados à agroindústria. Página 22.

 

 

rp2

Pesquisa auxilia na identificação de genes relacionados à resistência à babesiose bovina

O rápido diagnóstico sobre quais parasitos atacam os animais auxilia o criador a identificar o tipo de agente logo no início dos sintomas. Página 27.

rp3

Uso de tecnologias na pecuária contribui para reduzir metano e diminuir impacto no clima

Em 2021, durante a 26ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), a COP26, o Brasil assumiu o compromisso de reduzir 30% das emissões de metano até 2030. Página 40.

boi (6)

Estudo demonstra impactos socioeconômicos da recuperação de pastagens pelo Plano ABC

Além da mitigação de emissões, a tecnologia permitiu o aumento da renda do produtor rural e da produtividade nas pecuárias de corte e de leite. Página 36.

rp5

O condomínio de Produtores Rurais: As peculiaridades e os riscos assumidos

O agronegócio é uma potência no PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, sendo o único setor que continuou em crescimento durante a pandemia. Página 44.

rp6

Contrato a Termo: Conab lança modalidade de leilão para abastecer pecuaristas

Contrato a Termo: Conab lança modalidade de leilão para abastecer pecuaristas

O novo sistema pode ser usado tanto para garantir um preço fixo na compra com entrega futura quanto para assegurar a fixação de preços de acordo com termos pré-definidos em edital. Página 48.

rp7

Qualidade da água e sua influência no sucesso da pecuária

Elemento fundamental para a vida dos seres vivos, a água é um componente muito importante para a boa performance e para a saúde do rebanho. Página 30.

Fale agora no WhatsApp